...

31/08/2010

JULGAMENTO

VISÃO GERAL

O julgamento nas escrituras é a resposta de Deus para as escolhas e ações dos seres humanos. É da natureza de Deus ser justo e moral em todas as suas ações e relacionamentos e ele fez os seres humanos para que eles pudessem aceitá-lo ou mesmo rejeitá-lo. Assim, como ele nos deu liberdade, Deus também é livre para responder às nossas escolhas de duas maneiras, com aceitação ou rejeição. Porque Deus é um ser moral, é impossível Deus ser perfeito e ao mesmo tempo aceitar passivamente o bem e o mal. Como Deus criou o universo, existe uma ordem moral , uma ordem de certo e errado, construído dentro dele. Quando nós desconsideramos isso, a punição acontece naturalmente. Pecado e punição são inseparáveis, existe até os que dizem que "o pecado é a sua própria punição."
Na criação do mundo, Deus deu aos humanos várias ordens positivas - incluindo o casamento, o domínio da terra e o prazer do Jardim do Édem - e uma negativa, ele disse a Adão e Eva para não comerem da fruta de uma árvore. Se Adão e Eva desobedecessem, eles morreriam (Gênesis 2:16-17). Em Gênesis 3 podemos ler sobre o primeiro julgamento de Deus, o de Adão e Eva. Eles foram castigados com a morte porque eles não obedeceram à ordem de Deus. Desde a queda, toda atividade humana esta de baixo do julgamento negativo de Deus (Romanos 2:12).


O JULGAMENTO NESSA VIDA

Os cristãos acreditam na expiação - a idéia que Deus demandou o pagamento para o pecado da humanidade e assim ele mandou seu Filho para se ocupar com esse problema no lugar da humanidade. O Filho se colocou, por vontade própria, debaixo do julgamento de Deus e recebeu o castigo de Deus pelos nossos pecados no nosso lugar (Gálatas 3:13).
Através da fé, a pessoa que crê se torna um com Cristo e portanto escapa do julgamento e punição de Deus (Romanos 3:22). Apesar dos pecados terem sido pagos por Cristo, todas as pessoas - cristãs ou não - ainda sofrem algumas das conseqüências do pecado nessa vida. Para toda ação humana tem uma reação divina (Romanos 2:6). De acordo com Paulo, a consciência julga suas próprias ações, mesmo que eles não conheçam o verdadeiro Deus. Os governos humanos também julgam o mal. Apesar das leis feitas pelos homens sempre serem, de algum modo, corruptas, elas refletem o julgamento de Deus nas ações dos humanos pelo simples fato de chamarem essas ações de erradas e depois puni-las (Romanos 13:1-2).
Se nós obedecermos a Deus, nós com certeza receberemos alguma recompensa nessa vida também. Por exemplo, se somos gentis com os outros, tem uma grande chance de eles serem gentis conosco de volta; se evitarmos o pecado de glutonaria, é mais provável que tenhamos boa saúde. Algumas atividades trazem seus próprios castigos (por exemplo, promiscuidade sexual pode levar a gravidez indesejável ou a doenças). Quando tentamos seguir as regras de Deus, no entanto, nós temos que ter certeza de que estamos fazendo isso porque é o certo e não fazer isso achando que estamos manipulando Deus para nos abençoar com uma vida fácil. É errado o cristão assumir que problema na vida de alguém significa que eles têm pecado. Este é um mundo imperfeito; pessoas trabalhadoras às vezes morrem de fome e atletas saudáveis às vezes têm câncer. Deus pode usar calamidades na vida de um cristão para guiá-lo para a vida eterna (1 Pedro 4:12-13).


ÚLTIMO JULGAMENTO

De acordo com o Novo Testamento, Jesus Cristo reaparecerá no último dia. Nessa época, aqueles que crêem herdarão a vida eterna e os inimigos de Deus serão condenados. A punição virá para aqueles que persistirem em rejeitar a oferta de salvação de Deus, aqueles que escutaram a mensagem de salvação e rejeitaram mesmo assim. O Novo Testamento usa linguagem poética para descrever esse último julgamento e os cristãos discutem sobre como interpretar essa linguagem. A maioria dos cristãos concorda que Jesus retornará a terra um dia de alguma maneira e julgará as vidas de todos os habitantes. Além desse julgamento individual, todas as nações aparecerão diante de Jesus para serem julgadas também (Mateus 25:31-32). As escrituras parecem indicar que terá um julgamento de todos os feitos das pessoas. O julgamento de Deus nessa vida pode nos ajudar, pois através desse julgamento ele esta nos chamando ao arrependimento para que no julgamento final nós possamos ser salvos.

Um comentário:

Rose disse...

Olá!
Muito bacana a postagem!
Que Deus o abençoe!
seria um prazer te-lo como amigo no meu blog:
http://rose-brytto.blogspot.com
Vivendo a Fé!